As expressões “logo”, “logotipo” e “logomarca” são usadas com frequência, mesmo por pessoas que não sabem direito o que elas significam e quais as diferenças entre os termos. Como consequência, é comum haver confusões quando o assunto é tratado nas empresas.

O que é logotipo?

Logotipo é uma palavra de origem grega composta por dois termos: logos (significado) e typos (símbolo ou figura). Sendo assim, o logotipo pode ser traduzido como um conceito transmitido através de um símbolo. Já a expressão “logo” é apenas uma abreviação desse mesmo termo. Na prática, os logotipos são compostos pelo nome fantasia da empresa com formas, cores e símbolos que a identificam. Portanto, o logotipo é a união de uma tipografia estilizada com símbolos determinados.

O design dos logos não é definido ao acaso, muito pelo contrário. Tudo é muito bem pensado, planejado e desenvolvido para transmitir o máximo das características da empresa e para criar um vínculo de associação na mente do cliente.

produzido pela empresa, como por exemplo: anúncios, banners, faixas, outdoors e folders.

O que é logomarca?

O termo “logomarca” é utilizado de maneira errada no Brasil. A confusão geralmente acontece quando alguém tem a intenção de se referir-se ao logotipo. No nicho publicitário, essa palavra é rejeitada e são utilizadas as denominações corretas.

Mas “marca” é um conceito que existe. É o símbolo que representa a empresa, sem necessariamente estar acompanhado da tipografia. O intuito é o mesmo do logo: fazer a empresa ser facilmente identificada. Quando a marca é bem desenvolvida, você consegue identificar as empresas só de olhar para elas. Por exemplo:

significados_ocultos7